segunda-feira, outubro 08, 2012

Gênesis

A Criação do Homem - Capela Sistina - Michelângelo

No princípio era o Caos. Não havia lei ou ordem. As partículas vagavam sem qualquer propósito. E o Caos via que isto era bom.

Em meio ao Caos , entretanto, por acaso, um conjunto de partículas adquiriu forma. Surgiu a Ordem.

Pouco a pouco, a Ordem trouxe para junto de si mais e mais partículas e surgiu a Consciência.

O Caos achava que isto não duraria muito em seu reino perfeito e sem propósito. Um dia tudo estaria de novo sem ordem.

Mas o Caos estava enganado. Um dia ouviu uma voz em meio a um estrondo dizendo:

– Faça-se a Luz!

Um Ser havia surgido. Os homens, muito mais tarde, o chamariam de Deus.

O Caos viu que isto não era bom. E tentou destruir a ordem imposta.

Mas Deus tinha seu poder cada vez maior. Criou Céu e Terra e povoou o Céu com anjos para louvá-Lo.

Sem poder interferir, o Caos manteve-se em silêncio, a espera de uma falha.

Um dia, Deus contemplando sua obra, sentiu que ela não era completa. Uma ordem perfeita não permitira Liberdade. Então criou a Incerteza. Pequenas variações que Ele mesmo não teria condições de prever. Criou também a Evolução, que se valeria desta incerteza para fazer sua criação melhorar.

Usando a evolução, criou na Terra plantas e animais e o Homem e deu a ele a liberdade de escolher.


O Homem Novo - Salvador Dali

Caos viu que isto era bom. A Incerteza era muito parecida com seu modo de agir. Era só aguardar o evento correto e agir da forma adequada.

Um dia, a Incerteza agiu. Lúcifer percebeu que o homem tinha livre arbítrio e nenhum anjo o tinha. O ciúme fez Lúcifer se rebelar contra Deus e uma terça parte dos anjos se uniu a Lúcifer.

Deus separou os anjos do Céu e os lançou de volta ao Caos, pois o Caos deveria retirar a ordem que mantinha a sua existência.

Mas o Caos os manteve unidos junto a si e criou o Inferno. Usaria sua ordem contra a Ordem de Deus. Lúcifer ganhou o controle sobre estes anjos rebeldes e sob Lúcifer a Ordem um dia iria se dobrar e o Caos retornaria triunfante.

Deus percebeu então que Ordem e Caos estaria em luta constante. Viu que o Homem não estava preparado para enfrentar o Caos. Então deu a ele um pouco de Caos para que o Homem o conhecesse. Chamou este pouco de Caos de Inconsciente.

Depositando suas esperanças no Homem, Deus decidiu apenas observar e interferir minimamente na História, pois sabia que além da Ordem e do Caos existia a Harmonia. E esperava que o Homem soubesse como conduzir o Universo a Ela.

E Deus, cheio de Incerteza, não sabia se isto seria bom.

Alvaro 2012
Postar um comentário