terça-feira, setembro 11, 2012

Aqui e agora

— O tempo passa, ou nós passamos por ele?
— Cada instante é eterno e nós, neste instante, também o somos!
— E no próximo instante?
— Que importa? Este não é eterno?








Alvaro Domingues
2005
imagem: Monge Zen (sem autoria)
Postar um comentário