sexta-feira, novembro 02, 2012

Finados




Não gostava deste dia. 

Por que comemorar logo isso? A Vida sim era importante, mas não havia um Dia do Vivos. E alguns dos vivos só seriam lembrados quando morressem. Quando nada mais adiantava. Que adianta ver toda sua família reunida se você está imóvel deitado num caixão? 

Isso ela filosofava enquanto afiava com suas mão magras uma longa foice, seu instrumento de trabalho há séculos...


Extraído do livro Sombras e Sonhos, da Balão Editorial.

imagem: Cemitério (sem autoria)
Postar um comentário