domingo, novembro 04, 2012

Dois poemas


Avis rara


Sob sol abrasante
Pousa elegante
Em lago brilhante
Com jeito triunfante
Ave errante
Em busca constante
De vida apaixonante!

Sacerdotiza


O gesto estudado
marcando rito antigo
Velhos Deuses
Há muito esquecidos
Aguardam ansiosos
Um novo depertar
Haverá ainda quem deles se lembre?

Alvaro 2005
Fotos Flávio Machado

Postar um comentário