segunda-feira, novembro 26, 2012

Casablanca





Não sei tocar piano

Não tenho um amigo chamado Sam

Mas revejo a cena num velho DVD

O ar de sofrimento blassé de Humphrey Bogart
Tentando ser nobre e escondendo 
Baixíssima auto-estima.

E Ingrid Bergman mostrando hesitação
A espera de um único sinal
Para sempre escondido
No rosto frio e cínico
Atrás de nobreza fingida
E orgulho ferido
De seu outrora amado

Humphrey Bogart
Vira o rosto
Sabedor de que
O tempo e a distância
Nunca curam velhas feridas


Alvaro 2009
foto promocional do filme Casblanca
Postar um comentário